Dia dos Pais - Justiça libera 1.017 presos da penitenciária de Lucélia e Pacaembu
Nossa Lucélia - 07.08.2009

REGIÃO - A Vara de Execuções Criminais de Tupã liberou na manhã de ontem 1.017 presos que cumprem pena em regime semiaberto na região de Tupã. Segundo informações, os presos que foram contemplados com o benefício de saída temporária para o Dia dos Pais são os que já cumprem pena em regime semiaberto, no Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu e no anexo de semiaberto da Penitenciária de Lucélia.

O retorno aos presídios deve acontecer até as 18 horas do dia 11 de agosto, terça-feira que vem. Tiveram direito à “saidinha” apenas os presos do regime semiaberto da unidade prisional de Pacaembu e do anexo de semi-aberto da Penitenciária de Lucélia. Desta vez, a Vara de Execuções Criminais não confirmou a concessão do benefício a detentos de penitenciárias da região também controladas pela Vara de Execuções Criminais de Tupã.

Para conseguir o benefício da “saidinha”, os presos precisam obedecer a uma série de restrições, como ter cumprido no mínimo um sexto da pena se for réu primário, ou um quarto se reincidente. Precisa ainda ter residência fixa confirmada e não ter evadido em ocasiões anteriores. É obrigatório permanecer no endereço informado e sair às ruas apenas entre 6 e 19 horas, munidos com documentos pessoais e da liberação.

Os presos ainda não podem frequentar bares, lanchonetes, boates, casa de jogos, parque de diversões ou locais de “reputação duvidosa”. Viagens não informadas à direção do presídio também estão proibidas. Quem for flagrado por infração à portaria perde o direito ao regime semiaberto e regride ao fechado até julgamento de novo recurso. As polícias Civil e Militar, além do Ministério Público, receberam listagem dos detentos e os endereços onde eles deverão ser encontrados.

Segundo a Vara de Execuções Criminais, os presos são beneficiados cinco vezes ao ano com a saída temporária (Ano Novo, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal). O índice de presos que acabam não retornando para as unidades prisionais gira em torno de 7%.

(Fonte: do Unisite - Diário de Tupã)

Voltar para Home de Notícias


© Copyright 2000 / 2009 - All rights reserved.
Contact: Amaury Teixeira Powered by www.nossalucelia.com.br
Lucélia - A Capital da Amizade
O primeiro município da Nova Alta Paulista